Atualize o seu navegador. Mais segurança para você.
Mais liberdade aos desenvolvedores.
BAIXE
AGORA
Fechar

NOTÍCIAS

15/03/2018

João Paulo Bravo é o novo técnico da seleção juvenil do Canadá

A partir da próxima temporada, o brasileiro João Paulo Bravo começará um novo desafio em sua vitoriosa carreira. Um dos líderes do Arkas Spor, da Turquia, Bravo aceitou o desafio de assumir a seleção juvenil do Canadá. O convite partiu de Glenn Hoag, seu técnico na Turquia e que foi técnico da seleção adulta do Canadá por dez anos.
 
Concentrado na fase decisiva da liga turca, Bravo viverá a primeira experiência à frente de uma equipe. “Mais cedo ou mais tarde, deveria começar a carreira de técnico. Que bom que apareceu esta oportunidade. Me sinto confiante e ao mesmo tempo tranquilo, mas por enquanto meu foco é nas finais do campeonato aqui na Turquia.”
 
O ponteiro, que tenta levar o Arkas Sport a mais um final do Campeonato Turco, tem mantido conversas com seu auxiliar técnico, Adam Simac, enquanto não assume a seleção juvenil do Canadá. O objetivo é conhecer melhor a base da equipe que disputará o Torneio Continental na Nicarágua e buscará a classificação para o Campeonato Mundial da categoria.
 
“Já temos alguns atletas remanescentes que serão aproveitados.  A expectativa é desenvolver um bom trabalho para que estes atletas tenham uma continuidade na seleção canadense. Já conheço a filosofia de trabalho do Glenn Hoag, afinal são seis anos trabalhando juntos no Arkas Spor, e acredito que isso irá me ajudar neste novo desafio”, avalia Bravo.
 
O jogador passará as férias no Brasil assim que acabar o Campeonato Turco. Depois, se apresentará à seleção do Canadá para dar início ao trabalho. Neste período, decidirá se seguirá também nas quadras. “Não tenho nada decidido ainda. Tomarei a decisão de continuar jogando ou não assim que a atual temporada se encerrar.”
 
Aos 39 anos, o ponteiro de 1,96m tem uma longa carreira construída na Europa. Em 2002, após uma boa passagem pela Unisul, viveu sua primeira aventura fora do país, no belga Noliko Maaseik. Bravo também jogou em grandes equipes da Itália, como o Piacenza, antes de se transferir para o Arkas Spor em 2010. No Brasil, seu último clube foi o Campinas, que defendeu entre 2013 e 2015.
 
Pela seleção brasileira, sagrou-se campeão mundial em 2010, na Itália, da Liga Mundial, em 2009, e do Campeonato Sul-americano de 2009 e 2011.  
 
 
Bravo começará o trabalho na seleção após o fim da temporada (Foto: CEV)
 
« Voltar